Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página

Objetivos Estratégicos

Publicado: Terça, 28 de Julho de 2020, 09h20 | Última atualização em Terça, 01 de Setembro de 2020, 12h56 | Acessos: 140

 

Por se tratar de itens indispensáveis para o planejamento institucional, os objetivos estratégicos foram pensados de maneira ampla, ou seja, levando em consideração todas as unidades do IFPA. Eles foram elaborados de acordo com o que se espera do IFPA a longo prazo, ou seja, a visão de futuro, o que oferece tempo para trabalhá-los com calma e ter prazos muito bem definidos durante o quinquênio.
Os objetivos estratégicos foram elaborados a partir da análise do resultado do PDI anterior, além do cruzamento posto após a aplicação da ferramenta Matriz SWOT em todas as unidades do IFPA. Estes objetivos possuem indicadores e metas e estão diretamente relacionadas ao alcance da visão de futuro da instituição.
Os objetivos estratégicos, em seguida, serão desdobrados em itens mais específicos e serão trabalhados no PDC de acordo com as especificidades de cada um dos 18 (dezoito) Campi, além dos planos operacionais, PAM e PEA. O trabalho conjunto determinará o sucesso deste PDI, mas, para que isso ocorra, cada unidade do IFPA terá que focar também em seus objetivos próprios para aperfeiçoar os seus processos. Diante do exposto, seguem os objetivos estratégicos, conforme as 5 (cinco) perspectivas do Planejamento Estratégico do IFPA, elaborados para execução no próximo quinquênio:

Aprendizado e Crescimento (AC)
AC1 - Desenvolver a gestão de pessoas com foco em resultados;
AC2 - Implementar a Governança Institucional.

Infraestrutura e Tecnologia (IT)
IT1 - Consolidar e ampliar a infraestrutura;
IT2 - Disponibilizar recursos de Tecnologia da Informação e Comunicação de Dados.

Orçamento e Finanças (OF)
OF1 – Otimizar a execução orçamentária e financeira.


Processos Internos (PI)
PI1 – Institucionalizar e expandir a EaD;
PI2 – Aumentar a qualidade da formação acadêmica;
PI3 – Fortalecer a indissociabilidade ensino, pesquisa e extensão;
PI4 – Fortalecer o processo de ensino e aprendizagem;
PI5 – Fomentar políticas e programas institucionais e governamentais;
PI6 – Ampliar a oferta de vagas em pós-graduação e qualificação dos servidores;
PI7 – Melhorar os indicadores de qualidade educacional e avaliação;
PI8 – Promover pesquisa científica e tecnológica;
PI9 – Estimular a difusão do conhecimento;
PI10 – Melhorar a gestão documental.


Resultados à sociedade (RS)
RS1 – Fortalecer as políticas de acesso, permanência, êxito e inclusão social;
RS2 – Estimular a inovação, sua proteção e transferência para a sociedade;
RS3 – Aprimorar a comunicação com a sociedade;
RS4 – Ampliar a sustentabilidade ambiental.

           Na Figura 1, é apresentado o Mapa Estratégico dos Objetivos do PDI 2019-2023.

 

Indicadores e metas

Os indicadores são métricas que geram informações, permitindo acompanhar o desenvolvimento dos objetivos estratégicos, identificando avanços, melhorias na qualidade, correção de problemas e necessidade de mudança.
Os indicadores são instrumentos de gestão que são essenciais para o acompanhamento dos resultados alcançados em relação aos objetivos definidos no Planejamento Institucional. Nesse contexto, os indicadores existem para medir aspectos expressivos para a Instituição, como: controle, melhoria, informação e outros. Além disso, busca auferir se os objetivos estratégicos estabelecidos estão sendo alcançados. Para isso, possuem unidades de medidas associadas, além de atributos como, fórmula, unidade de medida, fonte de dados, responsáveis e periodicidade. Portanto, os indicadores medem o alinhamento entre o ambicionado e o concretizado no processo de planejamento.
Definido o modelo de gestão a ser seguido pelos próximos anos, que prevê reuniões periódicas para análise das estratégias, os indicadores são itens imprescindíveis para garantir o monitoramento adequado do cumprimento da estratégia. É importante ressaltar, que mesmo estando validados, os indicadores são passíveis de alterações, tal alteração ou exclusão de um indicador deve acontecer sempre que se perceber que este não está conseguindo apontar ações para algo que vai gerar um resultado institucional. Neste caso, deve-se realizar uma discussão com o setor que está à frente do indicador para se saber qual a relevância de aferição destas informações, sendo todas as circunstâncias analisadas. No mesmo sentido, vale lembrar que a deliberação de inserção, troca ou retirada de indicadores do Planejamento Estratégico será feita em conjunto, durante as Reuniões de Análise das Estratégias.
As metas estabelecidas pela Instituição têm que refletir a sua realidade, outrossim, ela representa o estado futuro de um desempenho desejado. Para este fim, são temporais e estritamente ligadas a prazos e são mensuráveis. Para isso, cada indicador deve apontar uma meta anual a ser alcançada. Destarte, a meta é o caminho a ser percorrido para que se possa alcançar o objetivo almejado pela instituição quantitativa e qualitativamente.

Fim do conteúdo da página